sábado, Outubro 25, 2014

Os putos continuam a partir (quase) tudo

Vitória em Setúbal, a quinta em oito jogos, e um segundo lugar condicionado apenas pelo resultado do jogo do Porto em Arouca. Os resultados continuam a ser excelentes e o controlo dos jogos (excepto aqueles que são impossíveis de controlar) tem sido mais regra do que excepção.

Ainda assim, Rui Vitória não perde uma oportunidade para os encostar. Depois da única derrota da época, Cafú lixou-se para entrar Bouba Saré; Alvez entrou para o lugar de Hernâni na primeira oportunidade, para o de Tomané na segunda. Só não havendo mais centrais é que Josué entra - 1.º jogo da época na liga, 8.º da carreira sénior na primeira liga, neste início de terceiro ano de plantel; para a lateral esquerda, os erros de Traoré na derrota que tramou Cafú, Hernâni e depois Tomané, foram esquecidos e juntou-se-lhe Chemmam para que Luís Rocha não possa mesmo ter oportunidades. Ainda passa por herói defensor dos jovens. Livra...

quinta-feira, Outubro 23, 2014

TLX # 5 Real Madrid x Barcelona

Data: 25 outubro | 17:00

Resultado: RM (  x  ) BAR

Marcador:

An absolute scandal


(link)

quarta-feira, Outubro 22, 2014

Porto 2 x 1 Athletic

Com Quintero e Brahimi a procurarem zonas interiores e Tello a destacar-se nas alas, o Porto fez uma boa primeira parte e, embora evidenciando sintomas da ressaca do jogo com o Sporting, justificou plenamente o golo de Herrera.

Na segunda parte, o Athletic subiu no terreno, acentuou a pressão sobre a defesa portista e voltou a tremideira dos últimos jogos, que culminou com o golo do empate basco, no período de maior desorientação portista. Quaresma saltou do banco para calar os assobios e conseguir o golo decisivo, que só não foi egoísta porque Iraizoz decidiu partilhá-lo.

A vitória coloca o Porto mais perto do apuramento, mas a exibição da segunda parte esteve longe de conseguir afastar os fantasmas que têm assombrado a equipa, nos últimos tempos.

PS - Mais 5 alterações em relação ao onze inicial anterior. Rotatividade? Isso é coisa que não existe.

terça-feira, Outubro 21, 2014

Ainda a rotatividade

Que, pelos vistos, não existe, segundo nos garante o Maisfutebol, porque Lopetegui não está a fazer nada que os outros treinadores não façam.

Dei-me apenas ao trabalho de comparar com o Benfica, que é o clube que aparece com mais jogadores utilizados, o número de alterações feitas no onze inicial, de um jogo para o seguinte, incluindo as 8 que Jorge Jesus fez, no jogo da Taça contra o Covilhã.

Benfica - 0, 1, 2, 1, 0, 1, 1, 4, 5, 8.
Total: 23, em 10 jogos. Média: 2,3 alterações por jogo.
Onze inicial repetido duas vezes.

Porto - 1, 4, 4, 3, 3, 3, 6, 5, 4, 1, 5.
Total: 39, em 11 jogos. Média: 3,5 alterações por jogo.
Onze inicial repetido 0 vezes.

Estamos a falar de uma equipa com um modelo de jogo consolidado há anos e outra que está a tentar implementar um novo, mas que para além de mudar mais jogadores no onze inicial, por jogo, muda os jogadores de posição e o sistema táctico utilizado.

A rotatividade não é o único problema de Lopetegui, mas é um problema.